quarta-feira, 31 de julho de 2013

De uma pobrezinha para uma tia

Ó tia Kika, não sei se lhe posso chamar assim, mas hoje acordei com uma vontade de brincar às tias de Cascais, que estou aqui que nem posso. A menina sabe que nós, os pobrezinhos, não engolimos o seu pedido de desculpa, não sabe?

Eu sou pobrezinha, é verdade, mas a mim sempre ensinaram que as desculpas evitam-se e que nunca devemos dar motivos, para os outros, falarem mal de nós. Não é que a minha educação tenha alguma coisa a ver com a menina, afinal eu sou da plebe.

Por muito, descontextualizada, que a, já famosa frase: "É como brincar aos pobrezinhos.", esteja, a menina devia ter consciência e sensibilidade, para perceber que uma frase destas, nunca iria cair bem... sempre ouvi dizer, que "No melhor pano cai a nódoa.", e isto é uma grande verdade. Então, a menina não sabe que vivemos dias difíceis em Portugal, onde existem crianças e idosos (os mais frágeis) a passar fome?

Tia, foi uma tirada de muito mau gosto, seja qual for o contexto!

A menina, devia saber que o jornalista, o editor ou sei lá mais quem, iria aproveitar esta gaffe, para a colocar em destaque e provocar a discórdia. Sabe, os tempos da ditadura e da censura já acabaram, foi no dia 25 de Abril de 1974. Hoje em dia, todos têm acesso às redes sociais, tudo se sabe à velocidade da luz, inclusive os pobrezinhos... embora, os todos poderosos, onde se inclui a sua linda família, andem a tentar fazer recuar os tempos, por enquanto ainda se sabe de tudo um pouco, do que se passa no nosso país. Sim Kika, Portugal também é nosso.

Eu lamento imenso dizer-lhe isto, mas por cá, os pobrezinhos são milhões, posso mesmo dizer que somos a maioria, por isso mais respeito, que é muito bonito e nós gostamos. Se, um dia destes, nos apetecer ir para a Comporta fazer-lhe uma visita, vamos, que não são os mosquitos que nos vão demover...

3 comentários:

  1. Texto brutal!! Adorei! Devíamos de nos juntar e enviar-lhe este texto!!

    ResponderEliminar

O seu comentário é muito importante para mim, deixe-o aqui!